segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Sozinha em casa..

Acróstico
          *
Sem ter muito o que fazer
Olhando da janela a chuva que cai
Zerando os sentimentos de melancolia
Indo ao encontro da felicidade
Nada que me faça mais sofrer
Hoje, na maturidade da vida
Acordei dos sonhos, estou na real!

Enquanto muitos saem à esmo pela estrada
Me encontro em casa, na paz e na poesia

Convicta que o futuro a Deus pertence
Ando com passos firmes e seguros
Sentindo que algo bom me aguarda
Amanhã,  vivendo com mais sabedoria ....
                 sem tristeza, nem letargia ...

           £uizamenin

Editado em 01/11/2015
Publicado no Recanto das Letras.
Código do Texto T5435363
imagem captada na web






Nenhum comentário:

Postar um comentário