quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

AOS DESCOBRIDORES DOS ELEMENTOS QUÍMICOS... PIERRE E MARIE CURIE...



Radioatividade e seus verdadeiros criadores???

A descoberta do Rádio faz parte de um belíssimo trabalho em conjunto de um casal Frances Pierre e Marie Curie...


Tal capacidade de aprender, Pierre não fez o curso primário e secundário, foi educado pelos seus pais e aos dezesseis anos se bacharelou em Ciências, e aos dezoito anos tinha obtido o equivalente ao curso superior.


Foi considerado o físico Frances pioneiro no estudo de cristalografia, magnetismo, piezo-eletricidade e radioatividade.

 Pierre trabalhou com a sua mulher Marie Curie no isolamento do polónio e do rádio.


Eles foram os primeiros a usar o termo 'radioatividade', e foram pioneiros no seu estudo. No seu trabalho, incluindo o conhecido trabalho de doutoramento de Marie, usaram um electrômetro piezoeléctrico de precisão construído por Pierre e pelo seu irmão Jacques.


Pierre Curie e um estudante seu foram os primeiros a descobrir a energia nuclear, ao identificarem a emissão contínua de calor das partículas do rádio. Ele também investigou as emissões de radiação das substâncias radioativas, e conseguiu demonstrar, com o recurso a campos magnéticos, que as emissões apresentavam carga positiva, negativa ou eram neutras.


 Essas emissões correspondem às partículas alfa, beta e radiações gama.


Pierre foi agraciado com o Prêmio Nobel de Física de 1903;  juntamente com sua mulher Marie Curie, outra famosa física:- “em reconhecimento pelos extraordinários serviços que ambos prestaram através das suas pesquisas conjuntas sobre os fenômenos da radiação descobertos pelo professor Henri Becquerel”.


 Desde jovem em conjunto ao seu irmão mais velho Jacques Curie,  que ao comprimir cristais, através da eletricidade, a piezoeletricidade, e esse comportamento foi utilizado mais tarde nos toca disco e alto falante.


Em 1881, eles demonstraram a existência do efeito inverso, que os cristais podiam ser deformados quando submetidos a um campo elétrico. Quase todos os atuais circuitos eletrônicos digitais recorrem a este fenômeno.


Pierre antes de seu doutoramento sobre o magnetismo, ele concebeu e aperfeiçoou uma balança de torção extremamente sensível para medir os coeficientes magnéticos.


Estudou o ferromagnetismo, o paramagnetismo e o de magnetismo para sua tese de doutoramento, e descobriu o efeito da temperatura sobre o paramagnetismo que é atualmente conhecido por lei de Curie.


A constante material da Lei de Curie é conhecida como a constante de Curie.


 Também descobriu que as substâncias ferromagnéticas apresentam uma temperatura crítica de transição, acima da qual as substâncias perdem o seu comportamento ferromagnético.


Esta temperatura é conhecida por ponto de Curie.


Pierre Curie enunciou em 1894 o “princípio universal de simetria”:- As simetrias presentes nas causas de um fenômeno físico também são encontradas nas suas consequências.


Pierre e um estudante seu foram os primeiros a descobrir a energia nuclear, ao identificarem a emissão contínua de calor das partículas do rádio.


Ele também investigou as emissões  de radiação das substâncias radioativas, e conseguiu demonstrar , com o recurso a campos magnéticos, que as emissões apresentavam carga  positiva, negativa ou eram neutras.


 Essas emissões correspondem as partículas alfa, beta e radiações gama.


    Pierre Curie morreu em 19 de abril de 1906, ao sair de um almoço na Associação de Professores da Faculdade de Ciências, em resultado de um acidente de viação quando atravessava a Rue Dauphine em Paris durante uma tempestade. A sua cabeça foi esmagada pela roda de uma carruagem, escapando a uma provável morte por envenenamento por radiações como a que veio a matar a sua mulher.


 Os restos mortais de Pierre e Marie foram depositados na cripta do Panthéon de Paris em Abril de 1995.
O Curie (Ci) é uma unidade de radioatividade correspondente a 3.7 x 1010 desintegrações por segundo. O nome da unidade foi originalmente atribuído, em homenagem a Pierre Curie, pelo Congresso de Radiologia de 1910.


A filha de Pierre e Marie Curie, Irène Joliot-Curie e o seu genro, Frédéric Joliot, foram igualmente físicos destacados, que se dedicaram ao estudo da radioatividade.


Marie Curie, nascida na Polônia, seus pais eram abastados, mas perderam tudo nos levantes revolucionários, e ela em 1891, veio para Paris morar com sua irmã e durante o dia estudava e a noite dava aulas para sobreviver, chegando a desmaiar de fome, mas jamais esmoreceu e assim formou-se em física , química e matemática.


Trabalhou com Becquerel, quando conheceu Pierre e se casaram, mas já vinha desenvolvendo seus estudos em sais de urânio por conselhos de Becquerel, e assim que ganharam juntos o Nobel de Física em 1903, ela continuou com seus estudos em radioatividades e em materiais ganhando em 1911 o Premio Nobel de Química por descobrir os efeitos de radioatividade no Radio e no Polônio* ( *em sua homenagem como polonesa que era).


Quando seu marido morreu no acidente em que uma roda da carruagem esmagou a cabeça de seu marido, veio substitui-lo na Faculdade de Ciências na Cadeira de Física onde seu marido era o professor, sendo a primeira mulher com esse cargo na França.


Veio a falecer de Leucemia em 1934, devido a radioatividade dos materiais com que atuou durante seus anos envolvida nas pesquisas destes materiais altamente radiativos.


A minha simples homenagem em agradecer a medicina que posteriormente graças tais radioterapias que atualmente podem salvar vidas, bem como a utilização para detecção de falhas materiais através da radiografia, considero este casal que atuou juntos para o descobrimento de uma física que são os pais da FÍSICA NUCLEAR, desenvolvida a partir desta teoria e prática junto aos materiais radiativos.


Ciente de que deram a sua vida para o beneficio da ciência e das curas atuais aos nossos semelhantes, que jamais nos lembramos que devemos a alguns cientistas que buscam durante as suas experiências soluções químicas, médicas ou até mesmo através dessa quimioterapia que muito devemos ao casal de físico-químicos PIERRE E MARIE CURIE.


NOTA:- AO LADO DE UM GRANDE HOMEM OU DESCOBRIR SEMPRE EXISTE UMA GRANDE MULHER!!!

              Fonte: Recanto das letras
              Postagem do Poeta/Escritor : Ivan Tadeu dos Santos


Nenhum comentário:

Postar um comentário