sexta-feira, 19 de julho de 2013

As manifestações e a visita do Papa Francisco ao Brasil.



UM DESTAQUE ESPECIAL!



O Brasil estará realizando um evento religioso com a presença do papa Francisco. Respeito todas as religiões, mas penso que ele não deve ser hostilizado por manifestações contra a sua presença. Vejo isto como grande desrespeito tanto ao papa, quanto ao povo brasileiro, partindo das primícias que a grande maioria professa a fé católica. Sou favorável às manifestações contra os desmando do país, contra a corrupção e a péssima qualidade dos serviços públicos, mas devemos separar uma coisa da outra.

A infraestrutura gasta pelo Estado para a realização deste evento é devido o grande número de pessoas que participarão, bem como, o tempo que durará. Mas, pelo que sei a jornada mundial da juventude,, não é algo que os governantes foram pleitear, mas sim, uma escolha feita pela igreja pela importância que tem o Brasil, já que tem um grande número de católicos, é uma missão evangelizadora e não um evento esportivo. É preciso dizer que grande parte dos gastos serão cobertos pela igreja e gastos pessoais dos fieis. O Estado, vai gastar com o que de sua responsabilidade para a realização do evento, no que tange a segurança e a mobilidade das pessoas.

Ainda é preciso dizer que o papa é um chefe de Estado e por isto, deve ser tratado como tal pelas autoridades.

Tenho certeza que o povo brasileiro sabe distinguir uma coisa de outra e, portanto, sua imensa maioria não vai ser levada por alguns ativistas que certamente, protestarão por causas que defendem como a legalização do aborto, casamento homossexual e outras bandeiras que vai contra os princípios cristãos.


Ataíde Lemos
Escritor & Poeta

Nenhum comentário:

Postar um comentário