terça-feira, 9 de julho de 2013

MOMENTO DE NOSTALGIA ...



Hoje o dia está nublado, frio, a chuva chegando. Levantei com indisposição e nostalgia...
Um resfriado que há dias vem me incomodando, hoje piorou. Um chiado no peito, tosse, mal estar. Fiz nebulização, usei a almofada eletrônica, tomei analgésico, dei uma caminhada dentro de casa, lá fora não dá, iria piorar a situação. Receio de complicações, acendi uma velinha para meus santinhos de devoção. Orei. Não quero nem lembrar de hospital e suas infecções. Fiz um chazinho quente, abri a Internet e cá estou fazendo esse registro, desabafando e disfarçando esse estado d'alma. Quando o espírito está bem, o corpo fica imune, nada nos atinge. Mas há dias, em que um problema, por menor que seja, nos encontra mais fragil e predisposto a lembrar do passado e a solidão me atinge. Da janela observo o verde das árvores, os pássaros que cantam, encolhidos, resguardados, do mau tempo que vem aí. Escrever é esvaziar nossa mente, é uma terapia, afasta os momentos nostálgicos e faz mudar nosso estado de ânimo. Não quero lembrar  do passado, porque esse me traz lembranças tristes que quero esquecer. Vivo o presente, mas reporto, sem querer, minha caminhada. Mas lembro também, que todas as pessoas passaram por isso e tenho que lutar para seguir a frente, tenho muito ainda a percorrer. A família, hoje, filhos e netos, contam com minha disposição, meu carinho, meus conselhos de mãe. 
Amanhã é outro dia, estarei melhor, do corpo e da alma.

 
                                                                     - Luiza -
                                                                     09/07/2013
                                                                     imagem captada na web

Nenhum comentário:

Postar um comentário