domingo, 2 de junho de 2013

Devaneios de uma manhã de domingo...




Nunca pensei
que as noites
fossem tão longas,
silenciosas e frias;
tão cheias de horas
que não passam
e lembranças
que castigam...

Rui E L Tavares

-02Junho2013-

Nenhum comentário:

Postar um comentário